quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Usando os aparelhos

Caros
Hoje foi um dia em que se concretizou o negócio com a empresa de renome! Maravilha! Uma porta de entrada!
Quanto à abertura de novo escritório, vai ter que ser muito bem estudado e só falarei nisto quando o abrir.
Hoje descobri como posso sentir se os aparelhos funcionam mesmo bem. Se os sentir que tenho nas orelhas, algo não está bem. Estranho, não é?
Passo a explicar: durante o dia sentia que quando andava, sentia a vibração da minha passada no interior do meu corpo. Isso é mau sinal. É sinal que os aparelhos não estão a funcionar como deviam. Significa isto que os sons não chegam como deviam ao cérebro, havendo uma certa sensação de ressonância. Ouves, mas não como devias. Tens que sentir os sons e as falas das pessoas de uma forma natural e fluída. Sobretudo, sentir a sensação de que não tens nada nos ouvidos, não teres a sensação que estão meio tapados. Isso significa que o microfone está a funcionar perfeitamente e o protector de saída do som não tem cera e tens a pilha carregada.
E descobri que, se houver o mínimo de cera, a fritada está feita.
Se tiveres essa sensação, tira-se os aparelhos e com uma escova limpa-se o protector de saída do som e verifica-se se o protector não tem cera. Tem que se verificar todos os ângulos.
Ao pôr e se sentires que ouves tudo, teres as sensação que os ouvidos estão "abertos" isso é excelente!
Notei a diferença na reunião que tive com o cliente com quem fechei negócio e um evento de networking que tive ao fim do dia. Uma diferença enorme!
Percebia muita coisa e quando falava com alguém directamente, quase nunca tive que pedir para repetir. Fantástico!
Mas quando estive numa roda de contactos, ou seja várias pessoas em círculos, cerca de sete, já foi mais difícil e ainda por cima em inglês, que percebo e falo. Mas consegui apanhar a ideia geral do assunto que estavam a falar e intervi uma ou duas vezes.
É sinal de progresso e sinal de que ainda há um longo caminho a percorrer para o SUCESSO.
Até amanhã
Winner

Sem comentários:

Enviar um comentário